quarta-feira, 16 de abril de 2008

tento baixinho

Falo baixinho, tento embalar-me nas palavras escondidas e roubar-me do tempo. Mas o tempo parece segredo habituado aos sussurros.
Choro baixinho, tento passar por entre cada gota sem chegar ao fim… ao fundo de mim.
Mas o fundo de mim parece saber que afinal tento não ouvir-me, só para não sentir.


5 comentários:

Manel disse...

Falas baixinho e os surdos bem te ouvem.
Embalas-te em palavras escondidas e roubas-nos o tempo a ler e relê-las.
Choras baixinho e alegras o nosso fundo.
O teu fundo, sabe bem como gostamos de ti.

Um beijinho, bem do fundo

multiolhares disse...

Por vezes temos de olhar bem para dentro de nós e enfrentarmos os nossos fantasmas
beijinhos

de dentro pra fora.... disse...

Porquê falar baixinho , se a vontade é de gritar alto,...bem alto o que vai lá bem no fundo...


Não tenhas medo de sentir...

de dentro pra fora.... disse...

Porquê falar baixinho , se a vontade é de gritar alto,...bem alto o que vai lá bem no fundo...


Não tenhas medo de sentir...

adc disse...

Falo baixinho, sussurro as palavras e os pensamentos que pretendo desmistificar para não viver para eles... em sobressalto, ansiosa... murmuro o que grita em mim e deixo de ouvir, sentir o que me assalta.

bjs