quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

... sorri(mos)

Peguei no dia ao colo… abracei-o a acreditar que sentia… e ele beijou-me com a brisa.
Acho que nos sorrimos.

8 comentários:

desassossego disse...

Existem dias assim, simpáticos e que se deixam abraçar... São poucos, mas, de facto, existem! Dias extraordinários que nos amam e deixam-nos amá-los tambem. Chamo a esses dias: dias benetton. é pena que estejam em extinção...
Fico feliz por saber que ainda vives dias assim. Não abraço um, verdadeiramente vai fazer dois anos.
Sorri para alguns, mas abraçar... ah.. Ni... à quanto tempo.

monge disse...

Efectivamente, nada melhor do que começar o dia com a suave brisa de um beijo para nos apercebermos que, por vezes, a vida nos sorri. Devemos preocupar-nos em vivermos felizes senão, a vida passa-nos ao lado sem que a possamos viver. Não devemos desprezar, nunca, todos os momentos em que sorrimos.
Não te esqueças de sorrir!

Divinius disse...

A LUZ QUE TE DEIXO É DA COR DA MINHA VIDA...)
Gostei de ler:)
Bom fim de semana:)

Divinius disse...

Tens alma...

Sei que existes disse...

Lindo!
Beijo grande

Minerva disse...

Tento acordar todos os dias com essa vontade, com esse sentimento...

Tento, mas nem sempre consigo...

Beijo

Marta Sousa disse...

Tão simples...tão lindo. Não são os grandes livros que fazem os grandes escritores. É a capacidade de dizer muito em poucas palavras. Os meus sinceros parabéns!

avelaneiraflorida disse...

e eu precisava tanto que o dia me abraçasse...

bjkas!!!!