terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Como eu gostava de saber escrever...

Como eu gostava de saber escrever...
Brincar a sério com as palavras...
Ensiná-las a sentir...,
A dançar com o pensamento,
Com a cumplicidade do sentimento...,
Com o encanto do canto da voz que sente
E solta o preso suspiro que pressente
Que no olhar será sorriso,
Rosto iluminado do desejo
De tão somente dizer
Que gostava de saber escrever
Tão perfeito quanto o amor.




Ni

1 comentário:

José António Carneiro disse...

Estás mesmo a brincar "com coisas sérias". Quem escreve assim como tu não pode pedir as "graças" que já tem...