quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Dia(s) de noite(s)

Há dias que as noites escurecem e a falta de estrelas ilumina o lado ridículo de esperar, voltar a tentar, voltar a esperar... e tentar sempre... porque, às vezes, sou ridícula e há dias que nascem em noites.


2 comentários:

Sol & Lua disse...

...e o deserto chegou...
Beijinhos com muitas saudades tua mana Ni =)

Cris disse...

E voltar a tentar, e voltar as esperar, porque há noites cujas estrelas iluminam mais que os dias. E noites que nascem dias. E o ridículo passa...

Beijinhos