quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Quero tanto...

Às vezes fico triste. Não por mim, mas por eles. Aqueles que são só ciência e se esquecem de ser gente.
Há gente grande com quem não quero aprender. Não quero desaprender a ser.
Ser o que o precisam de nós é saber muitas coisas, muitas ciências e razões, mas é também saber ser… saber sentir e saber tentar sentir.
Não quero (des)aprender.
Quero tanto…



4 comentários:

Kleine Hexe disse...

Olá Ni...venho aqui dizer que o post que dediquei ao Derfel também o quero dedicar ati amiga...

Escuta a mensagem =)

Beijinhos.

Gosto de ti.

Cris disse...

:)
Quem escreve assim não vai desaprender! Vai antes ensinar os outros a ser gente e a sentirem!
Muitos beijinhos.

Cátia disse...

Lindinha,

Em resposta a este teu post, vou dar-te uma dica de um livro que eu gostava muito que nao te passasse ao lado. Gostaria mesmo que o lesses... "Saga de um pensador" de Augusto Curry...

Lê e aprenderás que mais que desaprender com alguns, podes aprender muito com os outros, e depois tambem podes ensinar... Vago? Lê o livro e verás como tenho razao!

Beijinho mt grande

Sónia Pessoa disse...

Olá, passei por acaso. Parabéns pelo espaço, espero por ti lá no meu cantinho.
Beijinho,
Sónia Pessoa