terça-feira, 13 de novembro de 2007

Pequena Dor

"A tua pequena dor
Quase nem sequer te dói
É só um ligeiro ardor
Que não mata mas mói

É uma dor pequenina
Quase como se não fosse
É como uma tangerina
Tem um sumo agridoce

De onde vem essa dor
Se a causa não se vê
Se não é por desamor
Então é uma dor de quê?

Não exponhas essa dor
É preciosa é só tua
Não a mostres tem pudor
É o lado oculto da lua

Não é vício nem costume
Deve ser inquietação
Não há nada que a arrume
Dentro do teu coração

Talvez seja a dor de ser
Só a sente quem a tem
Ou será a dor de ver
A dor de ir mais além?

Certa é ser a dor de quem
Não se dá por satisfeito
Não a mates guarda-a bem
Guardada no fundo do peito"

Letra: Carlos Tê
Canta: Rui Veloso
Cabeças no ar

3 comentários:

Minerva disse...

Ni

Gosto tanto....

Obrigada

Sei que existes disse...

É uma linda e significativa música!
Beijo grande

Ana disse...

Cá está, tesouro que é!

Linda!!!!