quarta-feira, 4 de junho de 2008

é-se sempre


A lua também desaparece e cresce e é lua sempre.



4 comentários:

Inês disse...

Acho que, só hoje, já percorri uma boa parte do blog. Já te tinha visto noutros cantos, já cá tinha passado uma vez ou outra. Mas hoje apaixonei-me por este sítio.

Estás linkada, se me permites :) A partir de hoje, és mais um dos "mesmo muito nices"!

Um beijinho *

Minerva disse...

Sempre,sempre,sempre...mesmo quando pensamos já não ser.

Beijo Ni

camisa negra disse...

E inconstante também.
Um beijo amigo*

avelaneiraflorida disse...

Querida Ni,

e a lua dá à noite a beleza da luz intensa...mesmo que apenas sonhada!!!

Entretanto, no meu cantinho...algo está esperando!!!!
bjkas!!