sexta-feira, 22 de junho de 2007

... horizonte (in)alcançável

Hoje, mais uma vez, a paisagem do meu quarto é diferente. É a que recordo nos mais variados locais, momentos, alturas…
É aquela onde fico presa apenas às asas da liberdade da imaginação… Onde me perco na leveza do espírito… Onde é permitido voar até ao limite do horizonte (in)alcançável.
É linda, porque a realidade envolvente faz parte desta harmonia.
Os olhos percorrem a distância, que com a iluminada força de um farol, me acalma com a proximidade do mar.
Onde os pensamentos surgem da beleza da essência de ser feliz… e se soltam com vontade de ir mais além.
Onde o céu tão próximo… tão nosso… permite abraçar o mundo e sonhar.
Hoje, mais uma vez… tudo isto.
Era eu naquela varanda...


Merecia imagem, mas nenhuma mostrava aquilo que de lá se sente.

2 comentários:

elsa nyny disse...

Olá!!!

O horizonte é para continuiares a caminha!

Não pares nunca!! Caminh...caminha...caminha!!!

beijinhos!
:)

Cris disse...

Será a varanda do mundo!