quarta-feira, 23 de maio de 2007

Palavras soltas

Palavras soltas em frases incompletas... Espirais de pensamentos como caprichadas armas. Esboçadas, afiadas e confundidas em cada volta. Perde-se de vista o início e, o fim, algures umas voltas mais à frente, é, em esperançoso pensamento, distante.
Palavras soltas ao vento que ao de leve passa, areja o espaço e vai... nunca pergunto para onde, porque um dia volta.
Palavras soltas no vazio, quando o eco é nítida resposta.
Palavras soltas... presas na incómoda transparência do olhar.
Meia volta... uma brisa no preenchido vazio... um olhar no limite do horizonte à descoberta... e palavras... soltas.

1 comentário:

anawîm disse...

gostei destas palavras...