terça-feira, 13 de outubro de 2009

E eu agora vou ter com quem?

- O meu irmão?

- …

- Foi para perto de Deus, como o avô?

- Foi…

- E eu já posso ir ter com os meus pais?

- … os teus pais também foram ter com Deus, perto do avô…

(o meu colo, tempo dele, as mãos a limpar as lágrimas naquele rosto pequenino… e as palavras que não saíram do frio da alma…)

- E eu agora vou ter com quem?

3 comentários:

Violeta disse...

:(:(:( tao triste :(

possas nao imagino essa dor de perder uma familia assim.... boa sorte pra ele...


beijo grande querida ni....

força pra ti tmb

beijo

adoro-te

Tonito disse...

O que dizer?

De qualquer modo neste momento entendo porque o Pai nos tem oferecido um tecto tão bonito nas últimas noites... sente-se a FESTA de outro jeito, pois a forma como Ele a vive é sempre a igual.


Obrigado Abbá pela forma quente e doce com que nos acolhes nos Teus braços e tomas conta das nossas dores reconfortando os nossos simples corações.

Continua a olhar por ele... por vezes é dificil perceber o porquê de tanta coisa... no entanto a certeza que não nos abandonas cura as mais profundas feridas que possam algum dia abrir-se em nós.


Até já...

Rui Santiago disse...

obrigado