segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Um dia tudo acaba.



Um dia tudo acaba. Hoje é o dia em que o Branco escuro tem um fim (mesmo!). 
Algumas coisas vão perdendo sentido... 
Sempre escrevi o que sentia e sempre pensei o que escrevi... e, portanto, reconheço-me em todos os textos e frases e acho que sei o momento de cada um deles.
Ainda assim, algumas coisas vão perdendo sentido... 
Continuarei, nos meus cadernos, a escrever, riscar, re-escrever e rasgar sempre que me apetecer. 
Obrigada.



1 comentário:

Sofia disse...

Eu cheguei aqui e entrei depois da porta estar fechada... mas ainda bem que deixaste as luzes acesas e um livro em cima da mesa. Vou voltando e lendo em silêncio enquanto escreves e rasgas noutros cadernos.

Escrever faz tão bem... ler alguns textos também!