sexta-feira, 22 de novembro de 2013

... a balançar...

Sinto-me a balançar...
Não como quem dança...,
Mas como quem suspira a esperança
Como se fosse a (pen)última vez...
Sinto na minha inteira pequenez
A força de quem sabe o que é amar...
E que num só instante,
Sem qualquer regra importante,
Escreve, chora e sorri,
Porque tudo cabe em si,
Quando tudo é amor...






Ni

1 comentário:

just me disse...

bons balanços de amor e um excelente domingo! bjinhos =)