quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

(a)tirar palavras

Hoje gostava de conseguir (a)tirar todas as palavras… mas as palavras não se (a)tiram e o silêncio impõe-se. Falam as lágrimas que não se ouvem cair.


5 comentários:

Cris (Mahinder Kaur) disse...

ó minha querida, o que se passa? Não gosto quando surgem esses silêncios e essas lágrimas que significam dor! Não sei o que posso fazer, mas tens desde já o meu abraço bem apertado!

Pinipom disse...

força NI ...sei commo te sentes...a alma por vezes é uma malnadra e consegues por-nos mesmo em baixo...e o silencio é tao agudo que assuta...mas tu és forte e eu sei que esse silencio vao ser subtituido por grandes palavras e grandes sorrisos =D

beijo solto
e muita força...já sabes que se precesisares tou "aqui" =D

Neia

monge disse...

quando as palavras não se (a)tiram duvidamos da sua real existência, no entanto, no encontro de tamanho silêncio, percebemos todo o seu significado.

bjs

Rosa disse...

Olá Ni
Espero que te encontres bem...
Que n(esse) silêncio te tenha ajudado.

"No maravilhoso território do silêncio nós tocamos o mistério. Ele é o lugar da reflexão e contemplação, e é o lugar onde nós podemos nos conectar com o conhecimento profundo, para o caminho da sabedoria profunda."
( Angeles Arrien )

Como gosto do pensamento, faço minhas as suas palavras.

Ni, que tenhas um bom resto de Domingo.
Beijos

Cátia disse...

Minha querida amiga,

Os tempos não sao faceis mas não podes que o stress, o cansaço e o desespero falem mais alto.

Abraço bem apertado para ti, querida